Moçambique e Brasil assinaram um memorando de entendimento (MdE) para o desenvolvimento conjunto de biocombustíveis durante o Fórum Biodiesel, realizado em São Paulo, no Brasil. O evento, que teve como tema Tecnologia e Inovação,”assinalou um marco importante na cooperação entre os dois países”.

O MdE foi firmado, no início do mês, entre a União Brasileira dos Produtores de Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio) e o Gabinete do Pacote de Estímulo Económico (PAE) de Moçambique, representado por João Macaringue. “Este acordo fortalece a medida 10 do pacote do País, que prevê a obrigatoriedade da mistura de combustíveis importados com biocombustíveis”, lê-se na nota divulgada pelo Further Africa.

Segundo o website, o Brasil é líder mundial na produção de biocombustíveis, com um mercado robusto sustentado por vastos recursos agrícolas e políticas governamentais favoráveis. “O país destaca-se como principal produtor global de etanol e biodiesel, beneficiando-se de tecnologia avançada, elevados investimentos em pesquisa e desenvolvimento, e uma forte procura interna e externa”, refere a fonte.

Moçambique, com condições climáticas, geográficas e de uso da terra semelhantes às do Brasil, é considerado um parceiro estratégico ideal. “A parceria visa promover o desenvolvimento e a adopção de biocombustíveis, alinhando-se com as metas de transição energética de Moçambique apresentadas na COP 28”, explica a nota.

O MdE deverá atrair investimentos substanciais do Brasil para Moçambique, fomentando a pesquisa, o desenvolvimento e a capacidade produtiva no sector dos biocombustíveis. “Este influxo de capital representa uma oportunidade promissora para investidores, potencialmente aumentando a lucratividade das empresas de biocombustíveis e valorizando as suas acções”, lê-se na nota, que acrescenta que o acordo deverá também criar empregos em Moçambique, especialmente na indústria de biocombustíveis, com o suporte e expertise do sector privado brasileiro. A expansão de fábricas e instalações exigirá mão-de-obra qualificada, impulsionando o crescimento económico nas áreas envolvidas.